aniversario do papi

É hoje.
É pic, é pic, é pic, é pic, é pic. É hora, é hora, é hora, é hora, é hora! Rá, tim, bum!
Não poderia deixar passar em branco, não é mesmo?Parabéns meu amor!
E como você ama ferramentas, cá estão as suas ferramentas para ilustrar o post. Juro que devolvo todas no final de semana 😉
Ontem comprei o presentinho para ele na Gamela. Entregarei no sábado, quando o papis vem para SP e farei um almocinho de comemoração do niver dele. E já contarei o que é o presente e a história do porquê pois sei que o querido papai não lê o meu blog com frequência. Aliás, ele só entra no blog quando eu dou as direções de como fazê-lo….hihihihihihihihihihi 🙂
Há uns 10 anos fui viajar e trouxe para o meu pai uma cafeteira expressa elétrica, que logo tornou-se paixão e xodó dele. Era um tal de comprar café moído de forma mais grossa, convidar os amigos para saborearem o café, comprar potes herméticos… Ai, tudo de bom.
E segue assim até hoje. Toda vez, ao final das refeições ele olha maroto para nós e dispara: “Querem um cafezinho?” E todos aceitamos e nos regozijamos com o resultado.
Eis que, neste final de semana, fomos para a casa dele e após o almoço de sábado a senhora que trabalha lá- por enquanto, digo bem – chega para nos servir o café. Eu não quis. Era apenas para meu pai, a namorada dele e para o maridex. Chegam duas xícaras e…. um copinho. Um copinho? “Por que este copinho?” perguntei.
Quando meu pai responde que a dona senhora havia quebrado as demais xícaras de café e restaram apenas duas(!). Já disse que meu pai é viúvo há 12 anos, mas ainda não contei que em casa de homem só tudo emperra. É pela falta de habilidade masculina no trato do lar – pelo menos na geração do meu pai isto é verdade. Para quem quer contextualizar a geração, hoje ele completa 69 anos – e pela falta de sensibilidade e empenho o trabalho destas senhoras, que se mostram muito animadas quando aceitam um emprego “sem patroa” e no dia a dia mostram-se bem relapsas em relação até aos detalhes mais banais. Note bem que eu não tenho nada, absolutamente nada contra as pessoas que quebram copos, xícaras, pratos, eletrodomésticos quando estão trabalhando. Eu mesma apronto muitas destas e acredito que “só quebra quem está fazendo”. O que rola é que em 12 anos procurando alguém que cuidasse da casa, das roupas e da comida do meu pai com o mínimo de zelo não consegui achar. E olha que conversando com pessoas na mesma situação vejo que é meio generalizado…
Bem, mas voltando à boa notícia após a tormenta. Fiquei triste pela situação. Ele não precisava servir café no copinho e ficar super constrangido em nossa frente, principalmente porque havia outras xícaras rolando pela casa. Mas esta situação me deu a deixa do presente.
Ontem, fui à loja da Fátima comprar um divino espirito santo para um batizado que tenho no domingo. Não é que eu topo com um conjunto de duas xícaras de café altas, cheias de bossa e estilo? Bem comprei dois conjuntos de presente vislumbrando que logo, logo eu, papai, namorada e maridex voltaremos aos nossos cafés animados.
Beijocas.
OBS: Sábado fotografo as xícaras, tá?
OBS2: O que ia ser um post rápido, virou…. uma redação! ui!

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

  • das antigas…das antigas… Bom dia a todos! Tudo bem?Há um tempinho, mandei uma pergunta sobre objetos antigos […]
  • desabafo da sexta-santadesabafo da sexta-santa Olá, tudo bem com todos?A Páscoa foi boa, obrigada por todo carinho enviado!Hoje, já […]
  • pequenos prazeres cotidianospequenos prazeres cotidianos Boa semana a todos. Apesar da notícia triste de ontem, a vida continua.Seguindo a linha […]