quem tem medo de orquídeas? (parte I)

Muita gente me escreve – e me alegra demais por mostrar sua cara para esta blogueira curiosa -perguntando sobre orquídeas. Eu, apaixonada que sou por estas pequenas, respondo com o maior prazer. Esta postagem busca resumir minhas dicas e observações sobre as plantas, lembrando que não sou botânica nem orquidófila, sou apenas uma entusiasta. Em duas postagens dividirei com vocês algumas dicas e truques. Espero que gostem!

  1. Saiba qual é a sua orquídea. Antes de mais nada, para entender como cuidar da sua planta, é preciso saber a espécie da sua orquídea. Quando conhecemos alguém, a primeira coisa que é dita é o nome, não é mesmo? A regra vale para as plantas da mesma forma. As imagens abaixo ilustram os tipos mais comuns de orquídeas. Para ver mais espécies, clique aqui.

  2. Pesquise as necessidades específicas da sua planta. Pesquise pela internet, livros e revistas as necessidades de sua orquídea. Minha dica é o site Orchid Species.O segredo do sucesso de seu cultivo (= várias flores) é conseguir reproduzir o ambiente natural da sua planta. Porque a natureza é sábia e as plantas ficam exuberantes porque estão no seu lugar de “conforto”. Se não fosse assim, vocês acham que o dendrobium da foto abaixo, apoiado no tronco de um coqueiro na praia, ia florescer desta forma?
  3. Flores e mais flores. Quando compramos – ou ganhamos – uma muda de orquídea ela chega toda pomposa, florida que só ela. E aí as flores caem, sobram as folhas. Você cuida, cuida, cuida e… nada. Não se desespere! Em geral, as orquídeas florescem somente uma vez a cada ano – com poucas excessões. Minha sugestão: marque quando sua planta floresceu em um palito de sorvete e coloque no vaso e cuide dela com carinho. Tenho certeza que passado um ano voce terá uma bela surpresa. Veja só que fofa e decorativa esta ideia com do Design*Sponge
  4. Luz, ventilação, umidade. Em linhas gerais, a maioria das orquídeas deve ser cultivada ao abrigo do sol direto, porém em um local iluminado. Um local ventilado também é o ideal, mas isto não é sinônimo de deixar as orquídeas expostas a um vendaval constante, tipo um vento “encanado”, pois isto pode levar à desidratação – e morte – da planta. E lembrando que as orquídeas são plantas que crescem em matas, um ambiente úmido é bem vindo, principalmente uma “imitação de sereno” em dias quentes- borrifando as plantas no final do dia. Mas lembre-se de não molhar as plantas – qualquer uma delas – sob sol escaladante correndo o risco de queimá-las bem como dar um tempo para fazer a rega assim que o sol sair de cena (esperando a planta “esfriar”, para não causar um choque térmico)
  5. Regas. As orquídeas não gostam de excesso de água por terem suas raízes sensíveis – muita água na planta = raízes apodrecidas. Por este motivo, nada de pratinhos sob o vaso da planta. A rega ideal é feita quando você coloca seu dedo no substrato do vaso e vê que ele está seco. Beeeeeeeeem seco. Em geral as orquídeas toleram melhor a falta de água do que o excesso dela.

colagem com imagens da revista Veja

E era isto! Bom feriado para quem “feriada”. Beijocas!

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

LIMPADOR DE ÓCULOS DE SOL E GRAU MISTURINHA PARA DESAMASSAR ROUPAS COMO DESENROLAR FILME PLÁSTICO FÁCIL COMO HIGIENIZAR COLHER DE PAU COMO LAVAR TRAVESSEIROS EM CASA COMO LIMPAR MOCHILA: PASSO A PASSO COMO TIRAR PELO DE CACHORRO DO SOFÁ COMO DESEMPERRAR GAVETA E ZÍPER 7 MENTIRAS SOBRE O VINAGRE (E 1 VERDADE) COMO TIRAR CHEIRO DE MALA
LIMPADOR DE ÓCULOS DE SOL E GRAU MISTURINHA PARA DESAMASSAR ROUPAS COMO DESENROLAR FILME PLÁSTICO FÁCIL COMO HIGIENIZAR COLHER DE PAU COMO LAVAR TRAVESSEIROS EM CASA