quem tem medo de orquídeas? (parte II)

Hoje continuo o papo sobre orquídeas. A idéia é que em 10 passos simples “os mistérios do cultivo” desta espécie sejam desvendados…hahahaha! Nada disto! São 10 tópicos que lançam alguma luz sobre o como cuidar, baseados na minha experiência como entusiasta da planta – e não como técnica especializada. Para quem não viu, as 5 primeiras dicas ficam aqui. Hoje lá se vão mais 5 pitacos 😉
6. Substrato – ou onde plantar. Excetuando-se as orquídeas de solo – que desenvolvem-se na terra – a maioria das espécies gosta de raízes arejadas. Por este motivo,quando plantar uma orquídea em uma vaso de plástico ou barro deve-se procurar um substrato bem drenado e que possa reter alguma umidade. O xaxim foi utilizado por muito tempo, mas agora seu uso é proibido – já escrevi sobre isto aqui. Opte por casca de Pinus ou fibra de côco, lembrando que a troca anual de substrato é uma boa pedida. Outra alternativa linda é a colocação destas orquídeas em troncos de árvores, onde elas desenvolvem-se felizes e contentes como mostra super florida Phalaenopsis abaixo

7. Comer, comer,… = adubação. Uma orquídea como toda planta, ou melhor, como todo ser vivo, adora se alimentar. Óbvio que o alimento das orquídeas vem principalmente da poeira e água do ambiente. Mas nada mal dar uma forcinha de quando em quando adubando a planta, não é mesmo? Traduzindo: você poderia muito bem sobreviver somente com o café da manhã, mas tenho certeza de que é muito mais feliz almoçando, jantando e fazendo um lanchinho também, não é? Sugestão simples: de 15 em 15 dias borrifar um adubo líquido nas folhas 😉
8.Pragas – que raiva! E depois de tantos cuidados, com nossa planta bem verdinha e fresca, chaga um pulgão, uma lagarta, uma colchonilha e estragam a festa! A florada da minha Phalaenopsis abaixo foi devidamente devorada por uma lagarta gulosa – espero que ela tenha se transformado em uma explêndida borboleta. Para prevenir-se desta turma, quatro dicas simples:

  • Há adubos que repelem este pessoal, como o biofertilizante (resíduo de biodigestores) – ou seja, mata-se dois coelhos com uma só cajadada
  • Excesso de água = podridão das raízes, fungos, bactérias e morte às plantas. Então olho sempre vivo na quantidade de água que você oferece à sua orquídea
  • Inseticidas naturais: funcionam que é uma beleza em 90% dos casos e são bem menos prejudiciais à sua saúde e a da planta. Aposte em inseticidas à base de citronela ou a famosa receita do fumo de corda.
  • Simples e fácil: em alguns casos dá muito certo borrifar água com detergente de lavar louças em concentração 0,5 a 1%. Já testado e comprovado – veja aqui.

9. Como comprar orquídeas: Verifique cor e forma. Como assim??? A cor (das flores) deve ser firme e bem definida. As folhas mostram a saúde de sua planta também: prefira as que tenham folhas firmes e sem manchas aparentes. A forma ideal das flores é a mais geométrica possível. Na espécie Cattleya esta geometria é traduzida por um desenho de “dois triângulos sobrepostos invertidos dentro de um círculo”. Assustou? Facilite visualizando a flor da sua orquídea contida dentro de um círculo imaginário. Quanto menor o espaço vazio, mais perfeita a flor.

10. Isto é um manual? Uma receita de bolo? Não, definitivamente, não. São sugestões de como cuidar e observar suas orquídeas. Porém o mais importante é que elas sejam vistas individualmente, com suas particularidades e belezas únicas. Assim como a gente. Beijocas 😉

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

O QUE FAZER PARA ACABAR COM AS FORMIGAS COMO EVITAR BOLINHAS NAS ROUPAS COMO TER ARROZ SEMPRE FRESCO E SOLTINHO PARA O ALMOÇO COMO LIMPAR ESPELHOS DICAS DE COMO LIMPAR LÂMPADAS COMO REGAR AS PLANTAS DURANTE UMA VIAGEM COMO TIRAR CHEIRO DE CIGARRO DAS ROUPAS COMO LIMPAR COLCHÃO EM CASA COMO TIRAR CHEIRO DE CHULÉ DOS SAPATOS COMO TIRAR MANCHA DE ACETONA EM MADEIRA
O QUE FAZER PARA ACABAR COM AS FORMIGAS COMO EVITAR BOLINHAS NAS ROUPAS COMO TER ARROZ SEMPRE FRESCO E SOLTINHO PARA O ALMOÇO COMO LIMPAR ESPELHOS DICAS DE COMO LIMPAR LÂMPADAS