s.o.s. plantas

Olá! Estou tentando colocar a casa em ordem (a real e a virtual UAU!) e revirei alguns emails não respondidos – que coisa feia! – para fazer esta postagem. Espero que ajude as remetentes e quem mais interessar.
Isabel Cristina, poderosa proprietária da Casa de Juntados pergunta:
“Comprei uma raphis no supermercado. Nem pensei duas vezes, marido não estava comigo para me segurar, então tratei de pegar uma e trouxe para casa. Peguei a mais frondosa!! E acho que este foi o meu erro. Devia ter pego uma menorzinha, com poucas folhas. Pois em casa achei a palmeira enooooormeee! Fiquei sem saber onde colocá-la, fazendo uma verdadeira via sacra com a palmeira dentro de casa he he… Ela tem três hastes e eu, inocentemente, achava que podia separar as hastes. Mas marido, que entende de planta melhor do que eu, disse que eu iria matar a planta! Então estou assim, um pouco feliz e um pouco frustrada com minha raphis. O que vc acha? Será que se eu separar as hastes ela morre? Será que me acostumo com o tamanho da planta? Ou vou ter que aceitar a idéia de colocar minha bela e sonhada palmeira de interior do lado de fora da casa???”
Isabel: demoro mas respondo… imagino que sua raphis deve estar MUITO maior depois de tanto tempo 😉
 1. Acho que a planta tem uma boa proporção de tamanho tanto para a sala, quanto para a vizinhaça do móvel bar. Não achei um exagero.
2. Você pode sim dividir as hastes sem matá-la. Acho que até ajudará no desenvolvimento da planta (este vaso original do supermercado me parece meio pequeno já para ela)
Dicas de cuidados com a raphis (ráfia):
 “Cultivo: É adequada para cultivo em vasos destinados a interiores iluminados, para cultivo em touceiras isoladas ou formando grupos, a pleno sol ou meia-sombra, com terra fertilizada e de boa drenagem. Multiplica-se principalmente por divisão de touceiras, plantadas na primavera.(Cultivando)
 Não encharcar a planta e adubar regularmente, pois uma planta de interior não pode resgatar seus nutrientes do ambiente como uma planta do jardim 😉

Carla Mendes pergunta sobre Jardim de Inverno:

Olhando seu blog, que por sinal eu adorei! gostaria que me desse informações de que plantas são mais recomendadas para jardim de inverno? Póis o daqui de casa estou achando bem triste tá sem vida!Mina cidade tem clima tropical. E nosso jardim de inverno fica na parte interna daqui de casa, pois fica no corredor perto da copa. Ele recebe iluminação indireta por causa do vidro arramado, e a ventilação e a que corre dentro de casa quando as portas estão abertas.

Carla, para seu jardim de inverno recomendo plantas como a Ráfia (da resposta acima), Zamioculca, Pacová e Bromélias arrematadas com casca de pinus ou pedriscos. São plantas que suportam bem interiores e não vao requerer grande esforço de manutenção 😉 E para colocar de quando em quando sugiro um pouco de cor com vasos de flores em suportes: na é poca da floração você deixa em seu jardim, fora dela cuida em um lugar adequado;-)

Lu Pietra pergunta: “Gostaria de saber quais as plantas que vão bem com agua..pois aqui é muito quente e na terra as plantinhas não aguentam mesmo com todo o cuidado de regas…”
Lu, além da Dracena Ornamental que mostrei na postagem que gerou sua pergunta, minha sugesão de plantas que sobrevivam na água são folhagens, como a jibóia ou o singônio.
Vera Lunardi pergunta: “Quem responde sobre árvore da felicidade ? A minha está na sala do meu apto, cheia de folhas novas mas estão caindo mtos pedaços. Está um pouco grudenta, não achei nenhum bicho e mandaram-me pulverizar SPB. Ela está tão linda e não queria que morresse…O que faço?”
Vera não sou uma especialista, mas dou meus pitacos sobre árvore da felicidade. Depois da reforma do apê, a minha árvore da felicidade ficou igual a sua. Fui olhar mais atentamente e ela está com pulgões verdes que estão fazendo o estrago na planta (acho que a minha árvore foi infestada quando deixei no jardim do prédio, enquanto a reforma corria). O que eu vou fazer: lavar as folhas com uma mistura de água e detergente (receita aqui)  e pulverizarei toda a planta para tirar a proteção dos pulgões. Borrifar a mistura de fumo de  corda, biofertilizante ou qualquer anti-praga para acabar com tudo. Como reforço para a planta, adubar a terra com húmus de minhoca. Depois deste spa, acredito que a árvore da felicidade volte a sorrir e a brotar tranquila.
pulgões
E, para finalizar, Cinara pergunta: “Entrei no teu blog e vi a pergunta de um internauta sobre a dracena arborea dele que havia “murchado” e tu solicitasse que ele enviasse uma foto…assim, tomei a liberdade de te mandar uma foto de como a minha dracena era e de como ela está. Queria saber o que eu fiz de errrado pois atualmente ela está muito diferente do que a 8 meses atrás, quando comprei…ela fica ao lado de uma janela com orientação leste e que frequentemente está aberta. Talvez a questão climática também interfira…moro em Porto Alegre e temos um verão bem quente e um inverno bem rigoroso..”
Cinara, olhando para as fotos do antes e depois da sua dracena uma coisa me chamou a atenção: o broto nascendo no depois o que, para mim, é sinal de que a planta quer sobreviver (e muito). Em todas as referências que li sobre Dracenas Arbóreas, nunca vi problemas com interiores (pouca luz, ventilação), ao contrário, por ser uma planta resistente ela é super recomendada. O que pode estar ocorrendo é algum fungo na raiz da planta. Meu palpite é um replante da mesma, com uma terra bem adubada para que ela tenha força para recuperar as folhas maiores e permitir um desenvolvimento bacana para o broto. Ao replantar, limpe bem as raízes (a planta aguenta) para liberar a entrada dos novos nutriententes. E enquanto a planta não se recupera não a exponha a condições abruptas (muito sol, muito vento) 😉
Beijocas

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE