[Casa]

escolhendo o belo


Como presente pelo meu aniversário, pedi uns dias no meio do mato pensando na vida com meus queridos (e por isto o silêncio pairou no DECORACASA nos últimos tempos). Entre um suspiro e outro da vida, veio-me uma pergunta recorrente: por que as pessoas não escolhem sempre o belo, o mais bonito, para sua casa?
Já pensei em várias questões passando pela mais óbvia: custo. Mas nem sempre o mais bonito é o mais caro. Então, por que não?
Eu cresci em um ambiente onde o bonito não era a escolha mais óbvia. A direção sempre apontava para “o mais prático” mesmo que o resultado final ficasse (bem) a desejar.
E este incômodo me moveu (e paralisou) por uns tempos. O que me leva a agora sempre buscar a solução que me agrada mais visualmente. Sempre. E em tudo.
Por exemplo, por si só esta já é uma linda casa.
Mas o segredo está no capricho, nos detalhes.
Porque é muito mais bonito guiar as trepadeiras em grades trabalhadas.
Elas poderiam ser guiadas em fios presos com pregos, a função estaria cumprida.
Mas assim É mais bonito.
E o conjunto transpira capricho.
Era para ser só um alambique.
Mas o paisagismo e o cuidado com a cobertura fizeram a diferença.
Era para ser só um canto morto.
Mas com os vasinhos, os bancos e a fonte virou um canto mimoso.
E as colunas azuis com o teto branco combinando com os estofados?
Não precisava combinar mas É mais bonito. É.
Então, vamos combinar?
Coloque mais capricho na sua vida. Escolha o mais bonito. Em tudo (casa, carreira, amor, saúde!)
Porque assim o universo conspira a seu favor e coloca seu dedo mágico para mostrar que ele também capricha em tudo o que faz.
( e esta primavera que é só flor resulta como puro capricho da vida 😉
Beijoca

pressionada – cuidados com panela de pressão

COMO CUIDAR DE UTENSÍLIOS DE COZINHA

dia dos namorados

cheia de bossa

DIA DAS CRIANÇAS: DICAS DE PRESENTES

© Copyright 2024 | flaviaferrari.com.br | Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: mufasa