repertório

Esta é a página de abertura da minha pasta de referências. Apesar de amar este apartamento, meu sonho de consumo é morar em uma casa.
Quando me perguntam como decorar uma casa eu sempre respondo – com outra pergunta – “Do que você gosta?”
No meu entender, identificar o que gostamos ou não acaba respondendo às maiores questões decorativas.  Isto traduz-se em entender quais são seus hábitos caseiros, quais são seus hobbies e qual estilo agrada.
Para mim, uma das formas mais simples de comunicar o que se gosta ou não se gosta é visualmente. Por este motivo eu sempre recomendo que seja feita uma pasta com um repertório visual.
Sim, isto mesmo, repertório.
Semelhante às músicas é importante ter uma seleção de imagens que traduza o que se gosta (e até o que não se gosta).
E não é necessário cortar imagens de locais que pareçam muito caros ou inacessíveis. É importante ver e gostar sem limites. Um bom repertório é composto pelas notas agudas tanto quanto pelas graves 😉
estante + cadeirinhas fofas
Eu tenho minhas referências guardadas de duas maneiras: uma pasta arquivo com imagens de revistas e várias pastas virtuais com fotografias.
As pastas tem inspirações diversas, e sempre recorro a elas quando quero explicar como imagino que tal coisa/cômodo deva ficar.
Muitas vezes as observações são sutilezas, detalhes de alguma fotografia. Aí então reforço com uma notinha colada à página.
Outras vezes a inspiração não é direta. Por exemplo, a imagem acima traz uma coleção de chapéus. Eu não tenho – nem almejo ter – tal coleção, mas fiquei extremamente encantada com o móvel que a abriga.
Os arquivos do computador são separados por cômodos. Tenho muita coisa e às vezes tenho medo de perder as imagens – por este motivo, comecei a postá-las diariamente na comunidade DECORACASA no Facebook (e assim também deixá-las ao alcance de mais gente 😉
Online ou offline, não importa.
O importante é alimentar a imaginação e treinar o olho, desta forma o caminho da sua casa rumo a um lar será bem mais fácil.
Beijoca

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE