uma questão de ordem

Eu me lembro como se fosse ontem.
Era época da faculdade, eu estava na república de umas amigas ajudando a lavar louça.
Eis que a Josiane me diz: “Sempre comece lavando pelos copos, eles são mais fáceis e “limpos”. Em geral não tem gordura, que não passará para as outras coisas que vamos lavar.
E uma nova janela se abriu e, desde então, eu sempre lavei os copos primeiro. (Tempos depois cheguei até a ter duas esponjas separadas na pia: uma para os “engordurados”, outra para os “sem gordura”)
Mas por que esta história? Por que lembrar dela tanto assim?
Porque até tal data ninguém jamais tinha me orientado como fazer o chamado “serviço doméstico”. Sim, eu tinha sido educada para estudar física, química e matemática. Sabia as regras de português pré acordo ortográfico. Era natural saber que as moléculas de gordura e água tinham a mesma polaridade e por isto “não se misturavam” e que o detergente faria esta ponte.
Mas jamais havia passado pela minha cabeça que o conteúdo que eu vi ano laboratório fosse aplicado à minha pia. Para mim, o “serviço de casa” era algo natural, algo que já nascia com a gente e não exigia muita técnica. Coisas que a gente fazia meio sem pensar, porque não exigiam raciocínio.
Ah, quanta ingenuidade!
Eu não fui preparada para gerenciar uma casa, para cuidar das coisas cotidianas do nosso dia a dia.
Fui preparada para estudar, trabalhar e vencer.
Mas um dia, a vida chama.
E mesmo que continuasse na rotina de executiva enlouquecida – caminho deixei com muito orgulho para esta minha carreira de dona de casa profissional – teria trombado com a casa e suas obrigações. Era a vida chamando.
Acho bacana ver que agora as mocinhas mais jovens tem mais interesse pela casa e pelo fazer, acredito que no futuro elas terão uma vida mais balanceada porque aprenderam em um escopo mais amplo. Porque a vida chama, sempre.
Busco várias informações e dicas das amigas e das pessoas que me relaciono para tentar organizar este conhecimento, para que ele não se perca e possa ser transmitido (algumas das muitas dicas publicadas no DECORACASAS)
Enxergar as coisas em uma ordem lógica para tudo, do trabalho dito mais simples às “teorias de foguete”.
Porque esta orientação para a vida, por mais simples e usual que pareça, vale para a vida inteira.
Beijoca.

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE