como misturar estampas

Eu acho a mistura de estampas uma verdadeira arte. Daquelas artes aparentemente misteriosas, que escondem segredos proporcionais ao impacto de seus resultados.

Sempre fui fascinada pelo trabalho que vejo fora do país, com várias estampas coloridas, de personalidade usadas todas juntas em uma harmonia de dar gosto. Acho que aqui na terrinha estamos em um caminho de valorizar – e usar – cada vez mais a nossa alma estampada e alegre. Temos as chitas estampadonas cada vez mais em voga, um designer do calibre do Marcelo Rosembaum mostrando em rede nacional que as cores e estampas são cada vez mais moda e a Adriana Barra arrasando com seus tecidos estampados aqui e lá fora.

O que estamos esperando para nos estampar por completo? Ah! Sim, algumas dicas – e lá vão elas!

Reuni abaixo o que encontrei de mais bacana na literatura e na prática diária 😉

  • Diferentes, mas com algo em comum: bacana é estampar com fontes diferentes, não precisamos nos ater aos clássicos composês. Mas um ponto importante é que as listras e as flores que você irá combinar tenham as cores em comum. Ou seja, como na foto: fundo branco e os mesmos tons de azul. Agora se você optou por estampas iguais, vale variar a cor para dar ginga.

  • Tamanho é documento: a não ser que você esteja trabalhando com variações sobre a mesma estampa, é importante ter uma ordem de prioridade. Sempre trabalhe com uma estampa grande (a principal, que vai chamar mais atenção) combinada com estampas menores. É bacana também colocar a estampa grande no maior objeto e circundá-la com outros menores em estampas miúdas.

 

  • Um palco para brilhar: não vale nada você ter gasto um tempão na combinação das estampas se posicioná-las em um lugar onde seu trabalho não irá aparecer. Opte por um fundo claro, liso, de cores sóbrias (branco é branco e sempre é uma ótima base, combinado?) mas podemos optar por tons pastéis ou terrosos para deixar as estampas em destaque.

  •  Vamos caminhar com segurança? Quer começar sem se arriscar muito? Simples, aposte em acessórios estampados (as almofadas sempre são um bom começo) e conforme vá tomando gosto e confiança, estampe o mundo! Minha sala de estar era toda em branco, mas depois que aderi aos estampadões não consegui mais viver sem eles. Agora a sala toda convive, em plena harmonia, com estampas circulares, listrados e agora algumas florais.

 

Beijo grande

 

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE