tem que ir – sabina escola parque do conhecimento

sabina3

 Já fazia um tempo que eu queria ir ao Sabina Escola Parque do Conhecimento na cidade de Santo André,  próxima à São Paulo. Havia ouvido falar super bem do planetário Johannes Keppler, sobre a réplica do esqueleto em tamanho natural de um tiranossauro rex, do pinguinário, dos experimentos de física e química…

Queria mostrar este rico mundo para meus pequenos – e também para que eu e meu marido também pudéssemos aprender e olhar o mundo com estes curiosos olhos científicos. No final de semana passado, finalmente, consegui visitar o Sabina.

sabina2

 

E para a minha surpresa e admiração, o local era muito melhor do que eu esperava. Limpo, amplo, organizado repleto de monitores super dispostos  a explicar tudo para as crianças e para os adultos, a Sabina é um programão.

O planetário Johannes Kepler foi para nós a cereja do bolo: moderníssimo, com uma apresentação interativa, nos deixou de queixo caído. Há quase dois anos, havíamos visitado o planetário de Madrid e tenho que confessar que o que vimos em Santo André foi muito superior. Projeções das estrelas, identificações de constelações  finalizados com bate papo informativo e esclaredor de dúvidas, geraram um conhecimento claro e duradouro em meus filhos (que transmitiram muito do que ouviram e aprenderam ao longo desta semana).

E por que eu estou tão tocada com este projeto? Logo explicarei: infelizmente, não estamos muito acostumados com muitas iniciativas públicas bacanas e   bem estruturadas como o Sabina.  Por vezes encontramos lugares abandonados e com pouquíssima manutenção que frustram nossas expectativas e acabam nos demovendo da ideia de sair de casa para visitar estes lugares. O descaso não é regra  – temos também muitos locais públicos “famosos” que contam com toda infra bem montada e conservada – mas acredito que como cidadã é sempre bacana divulgar o que é bom e bem feito, para que a visitação aconteça, que o local continue bem mantido e que possa mesmo se expandir. Temos que fomentar este ciclo virtuoso e vamos falar bem de quem merece.

Então, para quem é da região tem filhos ou gosta de conhecer mais sobre o mundo e a ciência, anote aí: Sabina Escola Parque do Conhecimento e Planetário Johannes Kepler: TEM QUE IR!

Localização
A Sabina está localizada na Rua Juquiá, s/nº, bairro Paraíso (entrada na altura do nº 135), ao lado do Parque Central e próximo ao Hospital Mario Covas.

Horários de Funcionamento:
De terça a sexta-feira, o atendimento, das 8h30 às 16h30, é exclusivo para escolas públicas e particulares, através de agendamento prévio. Aos sábados, domingos, feriados e durante as férias escolares, das 12h às 18h, com fechamento da bilheteria às 16h.  

Ingressos – Grátis para alunos e professores das escolas municipais de Santo André, para crianças menores de 5 anos e pessoas com deficiência. Demais visitantes: R$15, com meia-entrada para estudantes, professores, servidores públicos andreenses, aposentados e idosos acima de 65 anos.

Informações pelo telefone 4422 2001.
Endereço: Rua Juquiá, s/nº, bairro Paraíso (entrada na altura do nº 135).
Estacionamento regulamentado com faixa reservada para ônibus escolares e carros comuns.
O espaço possui lanchonete.

Beijo grande

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

  • impatiensimpatiens Eu já tinha contado da delicadeza do proprietário da loja de flores lá da cidade da […]
  • final de fériasfinal de férias Estou recosturando o caminho de mesa e as crianças fizeram um lindo cachecol na máquina […]
  • catavento cultural : programa para o feriado Sábado passado fui conhecer - finalmente - o Catavento Cultural com meus filhos. Em um […]