volta de férias

mochila-jeans-detalhes-em-couro-natural-bolsa-unisex

Um pouco depois de eu completar 7 anos, parti para a minha primeira viagem internacional. E um pouco antes desta viagem a Ana, que trabalhava em minha casa desde sempre e ajudava a cuidar de mim, me deu uma bolsinha tiracolo. Era pequena, confeccionada em jeans com alguns detalhes em dourado. A alça era muito comprida para meu corpo e, para que eu pudesse usá-la sem arrastar, minha mãe deu um nó. Era óbvio que iria viajar com ela. Antes de embarcar ganhei uns caramelos do meu tio que foram graciosamente acomodados na bolsa. E lá fomos nós.

Na época, as companhias aéreas usavam do expediente de muitas escalas para preencher os lugares no vôo e conosco não foi diferente. Paramos no meio da madrugada no Rio de Janeiro onde tivemos que descer do avião. Minha bolsinha estava colocada no bolso em frente à minha poltrona e meus pais, talvez por ingenuidade ou mesmo por falta de experiência, me disseram para deixar a bolsa lá, visto que voltaríamos para nos sentar nos exatos lugares. Quando voltamos, nada da bolsa. Fiquei bastante chateada, tentamos encontrá-la sem sucesso. O fato, visto a olhos de hoje,  era de se esperar. Mas jamais me esqueci da bolsinha, dos caramelos que não comi, da fisionomia da Ana ao me presentear e, acima de tudo, do sabor de viajar em férias.

271

Com 7 anos também minha filha ia a pé à aula de natação acompanhada da Maria, que trabalha aqui em casa desde sempre e me ajuda no cuidado das crianças. Às quartas feiras elas tinham que atravessar a feira que acontece em nossa esquina. Em uma destas passagens, minha filha encantou-se por uma bolsinha rosa com um grande laço. A Maria, toda marota, arranjou uma desculpa e comprou a tal bolsa como presente de aniversário adiantado para a minha pequena. A alça também era comprida demais para o corpo dela e por este motivo ela também recebeu um nó de ajuste. A tal bolsinha rosa é a paixão da menina e vai com ela para todos os lados.

Inclusive para as férias, onde pude encontrá-la repousando no sofá sábado à noite – tão importante para ela quanto a bolsinha jeans era para mim.

foto-28

271

Não tivemos férias mirabolantes este ano. Não havia nenhum destino exclusivo ou exótico em nosso caminho, muito menos as crianças aprenderam a escalar cordilheiras. Passamos os últimos 30 dias em nossa casa de campo – como é de costume – e pudemos desfrutar de uma vida mais simples, sem complicações.

Na verdade vivemos intensamente – e o que é mais extraordinário do que viver?

O filho tirou as rodinhas da bicicleta e agora pode se aventurar com mais velocidade.

A filha exercitou (e muito) a responsabilidade e a liberdade em ser dona de seus horários.

Eu podia cumprimentar diariamente minhas flores bem cedinho e agradecer à maravilha em estar ali. Trabalhava em um mezanino da casa, de olho na porta de entrada, acompanhando a movimentação das crianças mesmo com uma internet mais lenta que o de costume. Cozinhava e me divertia muito.

(imagens: Instagram @decoracasa)

Dividimos responsabilidades e fizemos juntos a decoração da comemoração de 7 (!) anos do pequeno.

festa1

Fomos felizes e voltamos leves. O que me faz pensar que, mais do que viajar, o sabor das férias está em nossa alma. Férias são estado de espírito, uma pausa que  permite analisar nossos dias por outro ângulo. Agora, de volta à rotina diária, o que fica são as boas lembranças dos dias de leveza.

Cada vez que revivermos estas memórias o gostinho de férias volta à boca e nos traz um sorriso.

Bom retorno!

Um beijo,

flavia

PS 1: Falei tanto em ciclos de 7 anos – acho que tenho que estudar mais a respeito!

PS 2: Minha inspiração em escrever estes posts onde filosofo a respeito da vida também estava em férias. Espero que volte cada vez mais a escrever sobre isto, gosto tanto. 😉

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

LIMPADOR DE ÓCULOS DE SOL E GRAU MISTURINHA PARA DESAMASSAR ROUPAS COMO DESENROLAR FILME PLÁSTICO FÁCIL COMO HIGIENIZAR COLHER DE PAU COMO LAVAR TRAVESSEIROS EM CASA COMO LIMPAR MOCHILA: PASSO A PASSO COMO TIRAR PELO DE CACHORRO DO SOFÁ COMO DESEMPERRAR GAVETA E ZÍPER 7 MENTIRAS SOBRE O VINAGRE (E 1 VERDADE) COMO TIRAR CHEIRO DE MALA
LIMPADOR DE ÓCULOS DE SOL E GRAU MISTURINHA PARA DESAMASSAR ROUPAS COMO DESENROLAR FILME PLÁSTICO FÁCIL COMO HIGIENIZAR COLHER DE PAU COMO LAVAR TRAVESSEIROS EM CASA