kidzania sp – nós fomos

KIDZANIA

 

Quem me acompanha no DECORACASAS sabe bem que eu escrevo sobre crianças porque eles são uma parte – importantíssima – da minha vida doméstica. Mas também sabe que eu não posso ser classificada como uma mãe-blogueira porque não escrevo somente a este respeito e por, acima de tudo, ter um extremo zelo em expor meus filhos em eventos profissionais porque acredito que a exposição da imagem deles não é um direito meu.  Porém ao longo de 2014 meus pequenos participaram de alguns eventos bacanas comigo – escolhidos a dedo – e o último foi uma visita ao KidZania, a nova opção de lazer para crianças em SP.

Fomos convidados pelo Bradesco, um dos sócios comerciais do KidZania SP, para visitar o lugar justamente no dia da sua inauguração, 20 de Dezembro. Na verdade, fui acompanhada do pequeno e do marido (que chegou depois). Minha boneca tinha um evento próprio e não nos acompanhou no evento. kidzania

Eu já havia conhecido o espaço e o conceito previamente em um encontro para professores e blogueiros  10 dias antes da inauguração – quem me acompanha no Instagram com certeza viu minha foto de bigode – e havia achado interessante. Já conhecia o conceito de edutenimento (palavra derivada da união de educação com entretenimento) de iniciativas de fora do Brasil e achava interessante.

E aos, meus olhos de mãe, o que chamou mais atenção foi a questão da segurança (assegurada por este “relógio” da foto acima que conecta pais e filhos e mostra para os pais exatamente em qual atividade seus filhos se encontram, em tempo real) e a grande variedade de opções para as crianças. Toda a “cidade” é construída a 70% do tamanho real para deixar as crianças totalmente à vontade o que encantou mais ainda minha alma de engenheira.

kidzania

Mas como toda mãe acredita, a prova dos nove só existe quando nossos filhos é que são os avaliadores. E quem avaliou o KidZania SP foi o mais ferrenho deles. O pequeno é um menino crítico e singular, interessado, rápido e esperto. Repara em tudo e saca as falhas nos mínimos detalhes. Estava meio “sonado” quando chegamos, mas assim que deu de cara com…

kidzania

…o incêndio do hotel (atividade que acontece periodicamente no KidZania) alucinou. Não sossegou enquanto não passou por todas as funções envolvidas (policial para isolar a área, médico de emergência para resgatar o ferido e bombeiro para apagar o fogo). No meio tempo, foi carteiro fazendo entregas pela cidade colocou o bigode (influenciado pela mãe, confesso!) e, quando teve fome, foi fazer seu próprio lanche na oficina de hambúrguer.

kidzania

Teve total autonomia para “pagar” pela sua comida com a moeda local, o KidZo e continuar divertir-se. Para meu espanto,  devorou seu hambúrguer super rápido – em geral, enrola horas para comer – perguntando “Posso voltar a brincar?”  numa euforia grande.  Riu muito e posso atestar que divertiu-se a valer. Não conseguiu ver nem metade do que poderia fazer nas 4 horas que passamos lá.

Ganhava mais dinheiro “trabalhando” no parque, mas também gastava. Quase na hora da saída descobriu “a loja de departamentos” onde poderia fazer compras gastando seus KidZos. Se deu conta que não tinha o suficiente para comprar uma mola plástica que estava encantado. Não teve dúvidas, voltou a trabalhar para juntar mais “alguns trocados”.  Ao final tinha dinheiro de sobra e abrimos uma conta no Bradesco para que os KidZos rendessem para serem utilizados em uma próxima visita.

foto 2-15

kidzania

kidzania

Agora mais algumas considerações “adultas” sobre alguns pontos que já ouvi/li por aí:

  • As crianças são guiadas através das atividades ao invés de brincarem de “forma espontânea”: sim, existe uma orientação dos funcionários para que a brincadeira transcorra de forma adequada e que eles possam realmente aproveitar o que lhes é oferecido. Mas em nenhum momento a criança é obrigada a fazer isto ou aquilo durante a brincadeira. Ela tem liberdade para escolher o que fazer e como fazer;
  • A segurança existe mesmo: a cada entrada em uma atividade nova a criança faz um “check in” com a sua pulseira e é desta forma que os pais conseguem saber onde seus filhos se encontram. Além disto, na hora da saída a criança só consegue sair com o responsável que entrou com ele. Como comentei no início, meu marido chegou depois e não conseguiria sair com meu filho (quando saímos juntos o pessoal da recepção questionou porque não havíamos checado juntos);
  • As crianças são expostas às marcas? Sim, são mesmo. As marcas são sócias comerciais do empreendimento e isto é uma estratégia de marketing que fica bem clara antes mesmo de uma pessoa entrar no KidZania. Se eu acho que agride? Pessoalmente, não – o combinado não é caro.
  • Tem muita gente envolvida(!): 500 funcionários treinados do negócio. Só como exemplo, caso não tenham reparado na foto do incêndio,  há uma pessoa caída que atua como ferido e os médicos “brincam” com uma pessoa de verdade – meu sonho de criança era ter um adulto 100% disponível para brincar comigo…

SERVIÇO KIDZANIA SP: 

Endereço: Shopping Eldorado – Av. Rebouças, 3970, Pinheiros – segundo subsolo

Telefone: (11) 3995-4500

Funcionamento: 9h às 14h e das 15h às 20h, todos os dias

Preço: de R$ 100 a R$ 190 para crianças; R$ 50 a R$ 70 para adultos

Idade: entre 4 e 14 anos

Site: www.kidzania.com.br

 

É uma alternativa para as férias da garotada? Sem dúvida é, realmente fiquei impressionada como o pequeno divertiu-se.

Posso deixar um conselho caso tenha decidido ir? Vá com tempo para aproveitar ao máximo as atividades – você não conseguirá passar pelas 70 opções em uma única visita – e maximizar seu investimento.

Um beijo,

flavia

 

kidzania

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

  • kidzania para maiores Eu já tinha contado sobre nossa experiência no KidZania em Dezembro passado, […]
  • melancias estelaresmelancias estelares Esta época de volta às aulas me faz pensar que "ser mãe é a arte de manter o rebolado […]
  • teatro de sombrasteatro de sombras Sexta passada o pequeno ficou "filho único". A irmã foi muito cedo para o […]