QUANTO ESTÁ CUSTANDO ($$$) A SUA BAGUNÇA?

Por Gisela Wittmann – Associada do Organizada

Fonte: Google Imagens

Sim! A bagunça tem um custo financeiro, além do mental e emocional! E muito provavelmente você não se dá conta, mas é como se tivesse o “bolso furado”.

Tempo é dinheiro. E não é conversa fiada não, dá para calcular, quer ver?

A tabela abaixo mostra o exemplo de pessoas que gastam 30 minutos por dia procurando coisas. Você acha exagerado? Perdemos tempo nas redes sociais, no WhatsApp, no trabalho, etc.

Pesquisa da Microsoft que entrevistou aproximadamente 40 mil profissionais em 200 países, mostrou que no Brasil, apenas 6 em cada 10 horas de trabalho são consideradas produtivas pelos brasileiros (Christian Barbosa).

Salário Mínimo vigente em 2019

Muito dinheiro jogado fora, não é? E isso é o custo do seu tempo, mas você perde ainda mais dinheiro quando:

$ – Compra um item que sabe que tem, mas não acha e precisa. Gasta dinheiro dobrado.

$$ – Vai fazer uma refeição e o ingrediente está vencido e precisa ir para o lixo e você compra outro correndo. Perde tempo e gasta dinheiro dobrado.

$$$ – Não acha o comprovante de pagamento de uma conta cuja quitação está sendo questionada. Não terá como provar e ainda pagará a conta novamente. Perda dupla de tempo e dinheiro.

E por aí vai.

A economia feita com a organização chega a 25% numa residência.

E não é só em casa que se perde dinheiro, estudos apontam que o uso correto de ferramentas de organização pode melhorar a gestão do tempo de uma empresa em 38%. (Mobile Technology Product – Gabriela Brasil).

Bem, não há dúvidas de que se perde muito dinheiro com a desorganização. Então agora vamos complementar com a listagem das perdas mentais e emocionais ocasionadas por ela.

  • Gera mau humor consequência da correria para se achar algo;
  • Gera procrastinação, sentimento de incapacidade e cansaço, pois a tarefa parece pesada demais
  • Gera estresse, pois alerta o cérebro o tempo todo para o trabalho que não acabou.
  • Leva à lentidão para tomada de decisões, pois objetos espalhados distraem e tiram o foco.
  • Causa ansiedade, pois você não sabe quando vai se livrar daquilo tudo.
  • Provoca culpa, embaraço e por vezes até isolamento diante dos outros.
  • Gera conflitos familiares e conjugais. O Instituto do Casal em São Paulo levantou numa pesquisa que bagunça gera mais brigas entre um casal do que sexo e dinheiro.
  • Gera frustração por perder oportunidades importantes*.

*Há alguns anos saiu enfatizado nas mídias que um estudo da Universidade do Minnesota, dos Estados Unidos, concluiu que a criatividade anda lado a lado com a bagunça, mas o mesmo estudo também revelou que bem como a bagunça promove o pensamento criativo e ideias não convencionais, a organização vai ajudar a pessoa a se concentrar e a terminar seu projeto.

A grande ideia nunca será grande se ela não for realizada na sua plenitude. E as grandes realizações criativas são atos de continuidade, estudo, persistência, colaboração e superação. E isso só é possível pela união de criatividade e organização (Criatividade + Organização = Impacto por Mauro Silva).

Podem ser muitos os fatores emocionais por trás da bagunça, e o ambiente externo muitas vezes reflete o interior da pessoa. E, com certeza, organizando este “externo”, podemos contribuir para uma melhoria ou evolução interna.

Organize-se, vale a pena! É a conquista de qualidade de vida obtida com os benefícios que a organização proporciona no dia a dia que são: mais tranquilidade, mais agilidade, mais praticidade, maior produtividade, mais conforto e bem-estar, além de economia de espaço, financeira e de tempo.

Entre em contato. Somos treinados a não julgar e o sigilo é parte primordial do nosso trabalho.

Estamos preparados para desenvolver um sistema de organização efetivo e adequado à sua rotina e modo de vida particulares.

VOCÊ MERECE!

Fonte: Google Imagens

Saiba mais sobre Gisela Wittmann abaixo:


VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE