entre o bom e o ótimo

Um ditado diz que o ótimo é o inimigo do bom.
No meu caso, ele é a melhor explicação de como estava.
Depois da minha, como diria Mari Mello, hiper mega blaster reforma – se não sabe do que estou falando clique aqui – o que eu mais queria era uma casa perfeita, com todos os frufrus e detalhes que sempre sonhei. Acontece que… dinheiro ainda não dá em árvore – pelo menos não na minha casa – o que protelou algumas coisas para uma segunda etapa.
Entre elas, os armários e prateleiras do escritório. Justo ele, o cômodo que eu MAIS uso em todo o apartamento estava, digamos assim, semi nu. Sem espaço para receber e organizar todas as coisas e coisinhas necessárias para tocar meu dia a dia. Resultado: bagunça na certa. Eram papéis, livros, tecidos… tudo empilhado e esparramado no chão.
um pequeno antes & depois da arrumação
Convivi pacificamente com isto durante uns 8 meses até que neste final de semana faniquitei. Resolvi que não queria mais continuar na bagunça e que merecia uma solução mesmo que provisória. Foi aí que entrou em cena a estante cromada que convenci maridex a comprar (fui muito clara que após a conclusão do nosso lindo armário a estante continuaria a ter uso, ou seja, não seria dinheiro jogado pela janela).
a imagem branco e preto mostra ao auge da aruumação: quanta bagunça!
Líquido e certo: desde ontem (e até quase agora) estou envolvidíssima na montagem e organização dos apetrechos na tal da estante e arrumação do pequeno armário que aguentou todo o tranco.
Posso dizer que estou bem satisfeita com o resultado final. Honestamente, está muito longe do meu idealizado – minha opção é sempre pelo belo – mas com certeza está muito melhor do que eu tinha.
Ou seja, é sempre válido lembrar que o “bom” muitas vezes já ajuda muito.
(o que não que dizer que eu desisti do meu armário lindo branco poderoso e das minhas prateleiras perimetrais, ok marido?)
Beijoca 

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

  • lousa pintadalousa pintada Eu aderi!Sim, como muita gente mostra pos aí, também aderi à lousa pintada na […]
  • domingo preguiçoso…domingo preguiçoso… ...alguns detalhes das "novidades" daqui de casa.Ando atrapalhada com a vida. Estou sem […]
  • luz em focoluz em foco   Já havíamos falado sobre ergonomia exemplificando com o do caso das cadeiras […]