[crianças]

de papel


estes são os convites feitos em papel de scrapbooking
Nesta semana minha pequena completou 5 anos (já?!?).
Foi uma marca em minha vida e em meu coração observar que o tempo passou tão rápido e que agora eu não tenho mais um pequeno bebê com suas dobrinhas para cuidar. Tenho um ser pensante, ágil e ávido por novidades e pelo mundo. É uma sensação de delícia e medo, de descobertas fortes tanto para mim quanto para ela em nossos papéis de mãe & filha.
E uma das coisas que sempre tenho em mente é como colocar limites, mostrar até onde podemos ou não chegar. Ao mesmo tempo dar as asas mas alertar para onde é mais seguro voar. Desta linha de pensamento derivou o conceito da comemoração de aniversário da pequena.
Havíamos feito uma viagem de sonho antes com direito até a transformação em princesa. Desta forma, combinamos que neste ano não haveria uma grande festa para todos os amigos – como ela tanto gosta – porque ou se fazia uma coisa, ou se fazia outra. (A vida é assim, não é mesmo? Não temos sempre que escolher entre o isto e o aquilo?)
Como o combinado não é caro, a comemoração de 5 anos seria uma festa das 5 amigas aqui em casa. E ela seria envolvida diretamente em cada passo da organização da tal festa.
Começando pelo convite:  fomos juntas comprar os papéis de scrapbooking que serviriam como base para o castelo/convite (primeira foto). Como a escrita do nome foi um grande ganho obtido pela pequena nesta ano escolar, ela assinou de próprio punho os convites e pintou os envelopes para as amigas (desenhados com castelos e com a inicial de cada uma delas).
Entregamos tudo pessoalmente, em cada casa, para mostrar o quanto estas presenças seriam importantes para a comemoração.
Decoração: havia visto no blog da Aninha Medeiros o PAP para fazer pompons de papel de seda. Eureka! Eles seriam nossa decoração. E assim foi, como maridex registrou. A única alteração que fiz foi amarrar o centro dos pompons com barbante ao invés de utilizar o arame floral como indicado pela Ana.
Porém o mais interessante foi que a pequena se apoderou das rebarbas do trabalho para fazer cortinas decorativas: ponto para ela, mais uma vez super envolvida.
Os pompons ficaram lindos, fiz 12 no total variando entre vermelhos e cor de rosas. O efeito que eles causam é impressionante. Mesmo.
Em conjunto de 3 em três eles “demarcavam” os diferentes cantos de brincadeiras.
Que eram compostos basicamente por coisas que já existiam em minha casa – ou seja, zero de consumo.
Canto do guarda roupa: pendurei várias fantasias no teto da varanda com auxílio de cabides e fio de pesca. As meninas, assim que chegaram, podiam escolher em qual princesa ou bailarina que gostariam de se transformar. Como extra, pares de sapatos de salto (de plástico 😉
E ainda mais dois cantinhos: o da maquiagem e o da manicure. Nem conto para vocês como é que elas ficaram… mas tenho a mais absoluta certeza de que já dá para imaginar 😉
Este era o canto das bonecas, ou melhor a casinha…
…e este era o canto da cozinha, com panelinhas & “eletrodomésticos”.
E no meio da sala o sonho dourado da minha pequena: aquela bexiga grandona, com guloseimas.
Aproveitei a idéia da filhota e decorei a bexigona, colando mais algumas rebarbas de papel de seda. A foto acima registrou a alegria delas um segundo antes da bola ser estourada.
E depois teve bolo, brigadeiro,… todas aquelas delícias que tornam nossa infância mais doce.
Foi muito bom.
Mas o melhor da festa, o melhor presente, quem ganhou fui eu. Mesmo antes do final eu ouvi:
“Mamãe, eu adorei!”
Beijoca
Para ver todas as decorações de festa que já publiquei, clique aqui

gadgets para a casa #1 – a lixeira vermelha

5 MANCHAS PARA REMOVER USANDO O VINAGRE

decorar com pratos na parede – da mesa para a beleza

5 PRODUTOS PARA A ORGANIZAÇÃO DA CASA

Tire suas dúvidas sobre como lavar roupas A Dica do Dia

COMO LAVAR ROUPAS: TIRO TODAS AS SUAS DÚVIDAS | #ADICADODIA

bem simples

© Copyright 2024 | flaviaferrari.com.br | Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: mufasa