[Organizada PRO]

“AS PESSOAS PRECISAM ENTENDER QUE ORGANIZAÇÃO É DIFERENTE DE LIMPEZA”


A aluna do curso Organizada Pro destaca que “organização é diferente de limpeza”. Ser uma Personal Organizer fora do Brasil trouxe desafios, mas Mila explica a importância da dedicação, amor, carinho, respeito, alegria e compaixão pela profissão.

Segundo um levantamento feito pelo congresso Personal Organizer Brasil, contamos hoje no Brasil com mais de 2 mil Personal Organizers que vivem exclusivamente deste serviço como renda.

Enquanto no Brasil a demanda só aumenta desde a pandemia, Mila Eichler, aluna do curso Organizada Pro decidiu fazer um caminho diferente, e levar os métodos de organização do curso para além das terras brasileiras, exercendo sua profissão em Bruxelas.

A aluna compartilhou sua experiência e desafios com nossa equipe, falando principalmente sobre a importância da valorização da PO em outros países, e o que você, que pretende atuar fora do Brasil precisa fazer para se destacar no mercado internacional.

Eu comecei como faxineira

Mila começou sua jornada como faxineira em Bruxelas. “Eu não sabia falar francês e nem o holandês, eu não tinha outra opção a não ser essa no momento”, no entanto, o que poderia ser visto como um obstáculo, se tornou uma oportunidade para identificar as dificuldades que o bruxelês enfrentava no dia a dia. “Com a faxina eu consegui ver que as pessoas não eram organizadas por aqui e isso me incomodava bastante”, comenta Mila.

A aluna conta que a profissão de Personal Organizer não é tão popular em Bruxelas, quanto é aqui no Brasil e nos Estados Unidos, por isso, contou muito com a propaganda boca a boca de seus clientes para se estabelecer como PO neste país. “Comecei a aplicar os princípios da organização nos meus clientes aqui em Bruxelas e eles foram propagando de boca a boca e meu nome foi começando a ser conhecido por aqui neste ramo”, conta.

❤ Está cansada das tarefas domésticas? Tudo sobra para você? Vem comigo que você precisa conhecer o Cronograma da Casa 2.0! Saiba mais aqui.

O idioma foi só um dos desafios na minha rotina da organização

Ser Personal Organizer em outro país envolve alguns desafios, principalmente nas diferenças culturais envolvidas no dia a dia, Mila elenca algumas adversidades que passou até se estabelecer como PO.

Uma das questões é a privacidade. “As pessoas dão muito valor à privacidade; por isso, é muito difícil fazer o antes e depois de um trabalho”, conta Mila, que reforça como o boca a boca e a indicação dos clientes foi essencial para a promoção do seu trabalho.

Apesar das diferenças, alguns problemas são parecidos com os encontrados aqui no Brasil. Além disso, por lá também existe uma dificuldade em compreender os papéis da limpeza e da organização na rotina. “Eles ainda não entendem que a organização tem várias técnicas para a vida ser mais prática, funcional, ajuda a aliviar o dia a dia, ter mais tempo e trazer mais praticidade”, comenta Mila.

❤ Guarda-roupa bagunçado? Quer ter um armário de revista, bonito e organizado? Conheça o meu curso Como Dobrar! Clique aqui e saiba mais.

5 Dicas para quem ser Personal Organizer em outro país

A profissão de Personal Organizer está em ascensão no Brasil e também é uma oportunidade de carreira em outros países, fazendo cursos de capacitação, que em muitos casos são online, como os oferecidos pela Flávia Ferrari, é possível conquistar uma certificação e uma nova oportunidade promissora de carreira.

Então, pedimos para a aluna Mila Eichler deixar algumas dicas para você, que pretende desbravar o mercado de Personal Organizer’s fora do Brasil, confira:

1º Dica – Estude o idioma

Saiba falar o básico para que você possa chegar na casa do seu cliente e ele não se sentir assustado por você não saber falar nada da língua deles.

2º Dica – Estude a cultura

Em muitos países as pessoas primam pela sua cultura. “ A minha dica é: aprenda quais são os valores e como eles lidam com as coisas do dia a dia. Com isso, você vai conseguir manter um ótimo diálogo com eles e saber a postura que você tem que ter perante aquela sociedade”, ensina Mila.

3º Dica – Se aprimore constantemente

No entanto, se profissionalizar, buscar conhecimento e se capacitar é muito importante para quem pretende atuar como PO. “Não caia na história do “Isso é óbvio” ou “Isso eu já conheço”. Aprender e se aprimorar é muito importante para a vida”, comenta Mila.

Você pode inclusive fazer os cursos ministrados pela Flávia Ferrari, conheça as opções através do WhatsApp: https://wa.me/5511950078801

4º Dica – Cuidado com seu comportamento

Mila comenta sobre a importância do comportamento dentro da profissão de Personal Organizer: “Seja discreta. Em qualquer lugar do mundo que ela for trabalhar, a descrição é a principal característica”, orienta Mila.

5º Dica – Se dedique!

Para finalizar, a dedicação e amor pela profissão vão ser diferenciais para você. Portanto, “faça tudo com muito amor, carinho, respeito, alegria e compaixão”, finaliza Mila.

 ❤ Se a sua casa está cheia de coisas, desorganizada, e você quer dar um fim nisso, você precisa do curso Organizada. Vem ver aqui.

mascaras de carnaval para todo mundo

CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA ORGANIZAÇÃO BABY

5 truques com base de unha | #aDicadoDia

30 DICAS DE COZINHA QUE VOCÊ DEVE SABER – PARTE 2

DICAS PARA A MANUTENÇÃO DAS ROUPAS

DICAS SUPER FÁCEIS – PARTE 1

© Copyright 2024 | flaviaferrari.com.br | Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: mufasa