vai e vem

Para cima, para baixo. Encaixota, cataloga.

Toda vez que mudamos de casa parece uma loucura.
É todo o processo de casa venda – casa compra, depois os sonhos e a dura realidade da organização.
Mas é o que sempre digo: “Transtornos passageiros, benefícios permanentes”
Para tornar sua mudança um pouco menos “traumática”, vale seguir algumas regrinhas básicas:
  • Analise suas peças com critério e doe o que não vai usar. Instituições de caridade, bazares e quem realmente precisa serão muito gratos. Seu novo espaço, sua nova casa também;
  • Começe a empacotar com a maior antecedência possível – parece difícil? Os primeiros a sair são itens sazonais – como árvore de Natal e decoração de Páscoa. Siga o mesmo racioncínio para o restante dos objetos que tudo começará a ficar mais fácil;
  • Tente encaixotar objetos por cômodos e identifique as caixas como tal: sua memória visual será uma grande aliada neste processo;
  • Meça os vãos, as portas, as passagens e seus móveis. Este pequeno cuidado vai poupar dores de cabeça como nâo ter desmontado “aquela” estante imensa para seu novo corredor ou ser supreendido por um içamento de um móvel querido;
  • Pesquise, pesquise, pesquise. Vale cotar várias empresas de mudança, sempre com referência prévia: os orçamentos podem diferir diametralmente;
  • Aproveite para liberar tudo que está pendente antes de entrar na casa nova: leve aquele ferro de passar com a resistência queimada para o conserto assim como mande lavar as cortinas. Entre na casa nova com pé direito;
  • Lembre-se de transferir o endereço de suas contas. Para seus conhecidos e amigos, vale um cartão avisando seu novo endereço ou um simpático email.
Por falar em sorte, os antigos sempre falavam que em uma casa não pode faltar sal. Então, mesmo que seja em meio a um emaranhado de caixas, entre na casa nova com o pé direito carregando um pacotinho de sal.
E mude, renove.
Sempre que nos movimentamos é sinal de que algo de bom está por vir!
Beijoca

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE