risoto na panela de pressão (que impressiona!)

na panela de pressão

 

Se alguém acha que eu desisti das minhas experiências na panela de pressão elétrica está redondamente enganado. Sim, há tempos que eu não falo dela e, na verdade, estava devendo alguns testes que prometi fazer. A verdade verdadeira é que os testes aconteceram há mais de um mês mas eu, na correria da vida e do blog, deixei de publicar de bate pronto. Posso ser perdoada?

Para tirar a “prova dos 9” optei por fazer, na panela de pressão, um prato que já conhecesse bem e assim comparar com propriedade o método de preparo com e sem a pressão. E, para isso, nada melhor do que um risoto.

Conhecido pela “necessidade” constante de cuidados e de mistura com a colher, fazer este prato sob pressão sempre me causou estranheza por ser diferente do que eu sempre fiz.  Mas havia uma receita no novo livro da Rita que misturava ervilhas frescas congeladas (que eu amo) com hortelã – e prometia entregar o prato em 10 minutos. Foi esta a receita do meu teste na panela de pressão. Para a minha surpresa: sim, ele ficou no ponto de cozimento em apenas 10 minutos na pressão. Sem mexer, sem estresse. Eu apenas temperei pouco tanto o caldo e por isso o sabor ficou suave demais para o meu gosto – das próximas vezes, capricharei mais no toque pessoal. 😉

na panela de pressão

RISOTO DE ERVILHA E HORTELÃ NA PANELA DE PRESSÃO

(Receita da Rita Lobo)

PARA O RISOTO

Ingredientes
2 xícaras (chá) de arroz arbóreo
1 l de água
1/2 xícara (chá) de vinho branco
1 cebola
1 cenoura
1 talo de salsão
3 folhas pequenas de louro
3 cravos-da-índia
2 colheres (sopa) de azeite
sal e pimenta-do-reino moída na hora, a gosto
Modo de Preparo
1. Numa tábua, corte a cebola ao meio, no sentido do comprimento, sem descascar. Retire a casca de uma das metades e pique fino. Sem descascar a outra metade, espete os cravos-da-índia.

2. Lave, descasque e corte a cenoura em 3 partes. Lave também o talo de salsão, mantendo as folhas. Corte em 2 partes.

3. Na panela de pressão com capacidade para 4,5 litros, aqueça o azeite em fogo baixo. Junte a cebola picada fino e tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Mexa sempre.

4. Quando a cebola murchar e ficar transparente, junte o arroz e misture bem.

5. Regue com o vinho branco e mexa até secar.

6. Junte a água, a cenoura, o salsão, a cebola cravejada, o louro e tempere novamente com sal e pimenta-do-reino. Tampe a panela e aumente o fogo para alto.

7. Assim que começar a sair vapor pela válvula, conte 3 minutos. Desligue imediatamente. Com um garfo, levante a válvula para retirar a pressão.

8. Leve uma panelinha com 1 xícara de água ao fogo alto.

PARA A FINALIZAÇÃO

Ingredientes
1 xícara (chá) de ervilhas congeladas
1/2 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
2 colheres (sopa) de manteiga
20 folhas de hortelã
Modo de Preparo
1. Assim que o vapor sair completamente, abra a tampa e pesque a cenoura, o salsão, a cebola cravejada, o louro e descarte.

2. Junte as ervilhas congeladas e volte a panela ao fogo alto. Mexa vigorosamente e, caso o risoto comece a secar, junte um pouco de água fervente e continue mexendo. Verifique o ponto do arroz: ele deve estar cremoso, mas com os grãos ainda resistentes à mordida. Se já estiver al dente, desligue o fogo e acrescente a manteiga, o queijo parmesão e a metade das folhas de hortelã. Misture bem e sirva imediatamente, salpicando mais folhas de hortelã no prato.

 

Um beijo,

flaviana panela de pressão

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE