tijolo com tijolo

Hoje é o dia de revelar o segredo por trás dos tijolos!
O “making of” da amada parede de tijolinho à vista daqui de casa.
Todo mundo preparado? Então vamos ao PAP (passo a passo).
Ao final desta postagem nada será como antes: você saberá que trata-se de uma “falsa” parede de tijolos 😉
Recapitulando: a parede da lareira estava em alvenaria convencional pintada de terracota. Havia um degrau que cobria toda sua extensão revestido com granito.
Primeiro passo: definir o revestimento. Já tinha decidido: tijolinho na cabeça. Bastava comprar. Optei por plaquetas, que são mais finas do que os tijolos convencionais pois não era necessária a função estrutural.
Segundo passo: Picotar a parede com um pontalete para aumentar a rugosidade da superfície para, assim, aumentar a aderência à massa.
Terceiro Passo: Chapiscar toda a parede. A esta altura do campeonato o antigo degrau já tinha sido retirado e um pequeno degrau construído somente em frente à lareira.
Quarto Passo: Muita paciência: assentar fiada por fiada de tijolos com muito amor e carinho. A parede inteira levou quase 3 dias de trabalho para ser finalizada.
Quinto Passo: Depois de curada (seca), vamos à pintura. A foto acima mostra a parede finalizada, pronta para o “crime”. A pintura foi feita com uma mistura de cal e água feita a olho – misturávamos, testávamos na parede e aí era uma questão de “tempero”: mais cal, mais água.
Sexto Passo: Pintando a parede. Depois de seco, fizemos algumas irregularidades na pintura com palha de aço grossa. Chegando ao resultado esperado, aplica-se silicone líquido.
Alguns detalhes que fazem a diferença:
1. Os tijolos utilizados foram os de cor “palha”(mais claros). Isto foi feito de propósito, pois eu sabia que o acabamento final seria uma pintura caiada rala e eu buscava um efeito mais claro/iluminado
2. Os tijolos foram assentados “em pé”, ou seja, na sua menor dimensão. Como tratava-se de revestimento eu buscava minimizar o espaço perdido. Isto deu uma impressão dos tijolos utilizados serem maiores 😉
3. Os tijolos trazem uma sensação de aconchego, de casa, de cafezinho passado na hora, memórias afetivas… Era o que eu buscava. E acho que consegui 😉
Para ver a parede finalizada, clique aqui
Beijoca!

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE