sapatinho de judia

sapatinho de judia2

 

Meu amor pelas orquídeas é inegável, porém nos últimos tempos uma trepadeira vigorosa e exuberante tem chamado minha atenção. O sapatinho de judia, nome popular da Thunbergia Mysorensis, vem ganhando espaço tanto em meu coração quanto em meu jardim.

Há tempos eu já namorava a planta em diversas imagens de pérgolas repletas de flores, na “moldura” maravilhosa na entrada do ateliê La Calle Florida, da querida Claudia, na casa de praia no um condomínio de uma amiga, mas demorei muito até saber bem como – e onde – plantá-la. Morria de medo de não saber cuidar! Mas… em dezembro de 2013 venci este medo e resolvi tornar este “objeto de desejo” em realidade em flor.

foto 4-4

Tinha pesquisado as necessidades da planta e escolhido a dedo um lugar especial em meu jardim e assim foi. Uma muda pequena, pela qual paguei cerca de R$ 25,00, um arame cravado do chão à parte inferior da minha sacada dos fundos foram suficientes. Alguns dias depois, convoquei Professor Pardal para me ajudar a esticar mais 5 fios horizontais que, segundo minha cabeça, levariam anos para serem tomados pelos ramos do sapatinho de judia. Na verdade, eu não sabia de nada, inocente! #cumpadiwashingtonfeelings

sapatinho de judia3

Em praticamente 7 meses, os cinco fios só não estavam tomados como totalmente floridos! Um espetáculo que deixou a casa mais charmosa e meu coração mais feliz em poder cuidar desta planta.

Já imagina um sapatinho de judia aí em seu jardim? Segue, então a ficha técnica da planta para que você tenha sucesso com ela também em seu jardim.  Confira que a manutenção é simples e o crescimento, vigoroso. 😉

SAPATINHO DE JUDIA

NOME CIENTÍFICO: Thunbergia Mysorensis.

NOME POPULAR: Sapatinho-de-judia

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Ásia – Índia.

PORTE: Trepadeira volúvel, seus ramos chegam a medir 6 metros.

LUMINOSIDADE: Sol pleno ou meia-sombra. Em regiões de climas mais frios, a planta prefere sol pleno e em regiões mais quentes a meia-sombra.

ÁGUA: Enquanto jovem, regar duas vezes por semana, sem encharcar, depois de adulta, quinzenalmente no caso de estiagens.

CULTIVO: Gosta de solo rico em matéria orgânica, que tenha boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: No plantio da muda, recomenda-se uma cova com terra adubada e pode-se acrescentar adubo NPK, fórmula 04-14-08. Depois, uma adubação semestral com o mesmo tipo de fertilizante próximo ao período de floração (julho- setembro e janeiro).

 

Um beijo,

flavia

sapatinho de judia1

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE