ossos do ofício (de ser mãe)

ossinhos1

Em tese, eu já deveria estar de volta ao batente com tudo e mais um pouco. Em tese.

Em tese, eu já deixo tudo programado para que este blog funcione como um relógio, dando vazão às minhas ideias e delírios mesmo quando estou longe do micro. Em tese.

Na prática eu estou é muito feliz e agradecida por ser mãe full time durante as férias escolares de inverno.  Excetuando-se um dia de meio período de gravações, o que eu fiz foi ficar com a minha cria. E isto implicou em um ritmo menor de postagens, mas com um ritmo maior de alegria e dedicação. Meu saldo foi positivo, por mais Amélia que isto possa parecer – e olhe que escrevo isto feliz por mais antagônico que pareça, para alguém como eu, que por anos acelerou fundo na carreira e formação.

O ritmo aqui e ali ainda vai durar um pouco: as aulas e a rotina voltam preguiçosamente na quinta.  Os emails na caixa de entrada serão respondidos na velocidade que conseguirei imprimir. Nos últimos dias o silêncio deveu-se aos preparativos e à comemoração do aniversário de 6 anos do pequeno (que ainda merecerá um post exclusivo). Mas por hoje, o que vale é o sentimento que ficou enquanto revia as fotos da festa e registrava uma história que transcrevo abaixo, de uma postagem que fiz no Facebook:

O “CAUSO” DOS OSSOS DE HALLOWEEN
Meu filho guardou os ossinhos de frango que havia comido para ambientar a mesa da sua festa de aniversário de Halloween com “ossos de verdade”. 
Na noite anterior à festa, tinha ido ao restaurante com os tios e voltou com os ossinhos embrulhados no bolso do casaco. Adormeceu antes de chegar em casa, mas ao acordar logo me disse, todo feliz: “Eu trouxe ossinhos de frango para enfeitar a mesa da minha festa de aniversário”.
Coloquei-os solenemente na mesa do bolo, dentro dos potinhos de abóbora.
Tão linda esta inocência, esta alegria verdadeira contida nas pequenas coisas.
Desejo, meu filho, que na sua vida esta mágica perdure. Que ao longo dos anos você continue enxergando a beleza e o grande valor destes pequenos gestos. 
Que você nunca se esqueça de que são as coisas pequenas que trazem as grandes alegrias da vida.
Amo você,
Mamãe.

Nos últimos dois dias eu só fiz agradecer à vida e às dádivas que me acontecem – passava todo o dia agradecendo silenciosamente tudo de bom que me ocorre. E quanto mais agradecia, mais coisas bonitas e tocantes me aconteciam. Como o causo dos ossos – que só de relembrar ao escrever aqui, aquecem meu coração mais uma vez.

Um beijo e até breve!

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE

  • chuva de balõeschuva de balões Hoje é o aniversário da minha pequena - ou já seria grandona?  - : 7 anos de muita […]
  • balanço de fériasbalanço de férias Em julho, as férias escolares. Quando pequena, eu esperava ansiosa por este […]
  • um halloween em julhoum halloween em julho     O meu filho, aquele dos olhos grandes e expressivos, é um […]