contos de fadas para crianças modernas

contos de fadas

Já faz um tempo que eu queria escrever sobre estes livros, mas, como a gente bem sabe as horas correm muito mais rápido do que nós. 😉  O caso é que minha filha ganhou estes livros de contos de fadas da minha amiga Simone e de sua filha. E, para quem conhece a Simone, jamais a imaginaria presenteando alguém justamente com contos de fadas, um genêro literário dos mais previsíveis possível!

A Simone é atriz, uma pessoa à frente de seu tempo, super ligada em design,  em beleza, com um grande senso de justiça, ética, correta, sensível e, acima de tudo, um ser humano que respeita integralmente os outros. Educa com esmero uma filha tão bacana quanto ela – que, por acaso, tem a mesma idade da minha pequena. Mas, tem uma coisa que podemos dizer com certeza a respeito da Simone: ela não é uma pessoa que navega no senso comum sem questionar, ela não é óbvia. Portanto, os livros também não deveriam ser óbvios.

E como era de se esperar: não eram! Na verdade, são livros completamente interativos, que dão opções aos leitores opinarem sobre o rumo da história (e a subverterem, como manda  sua vontade).

contos de fadas

Como assim? Em um determinado momento da leitura, a criança é convidada a expressar sua opinião a respeito da história e é direcionado para uma página específica, dando continuidade à sua linha de raciocínio, criando seus próprios contos de fadas. Olhem, por exemplo,  as opções de sapatos da Cinderela mostradas na imagem acima:  sapatos de vidro ou sapatos de couro!  Na verdade, com este recurso, os autores José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta nos oferecem mais de uma história em um livro e uma grande opção de diversão.

contos de fadas

Aqui em casa, o momento da leitura destes livros transformou-se em pura diversão, tanto para minha filha, quanto para o meu filho, que torcia, esperava e morria de rir com os mais variados desfechos das suas escolhas. Devo confessar que fui aos poucos com eles, reservando uma ou duas versões por dia, aproveitando ao máximo a farra. (Na verdade, minha passagem preferida é a do livro da Branca de Neve que encerra o livro prematuramente se a criança pede para o espelho mentir para a rainha, dizendo que não se deve mentir.)

A coleção é publicada pela editora Objetiva e tem 5 títulos baseados em contos de fadas clássicos: Branca de Neve e as sete versões, Chapeuzinhos coloridos,  O Patinho Feio Que Não Era Patinho Nem FeioOs 33 porquinhos  e  Os oito pares de sapatos da Cinderela

Nós só temos (e lemos) o da Cinderela e da Branca de Neve, mas a amostra foi tão boa que imagino que toda a coleção deva seguir no mesmo rumo, mostrando que contos de fadas podem surpreender.

Boa leitura!

Beijo grande

contos de fadas

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE