[Organizada PRO]

“TIRE O QUE TRAZ PESO E DEIXE O QUE TRAZ BOAS RECORDAÇÕES”


Personal organizer explica o que é e como funciona a organização pós-luto

Momentos de perdas sempre são difíceis, apesar de fazer parte da vida, nunca estamos realmente preparados para isso, e além de lidar com todos os sentimentos deste período, existem ainda questões práticas que precisam ser tomadas, como, por exemplo, como lidar com os objetos da pessoa que se foi.

Neste momento tão difícil, a organização pós-luto pode ser grandemente facilitada pelo serviço de personal organizer, onde a assistência é fornecida ao cliente na reorganização e na decisão de abrir mão de itens que serão fonte de tristeza ao longo do tempo, enquanto os que evocam boas recordações são preservados.

Para entender melhor como funciona este serviço, conversamos com a personal organizer Carol Carrara, aluna do curso Organizada Pro, ministrado pela home expert Flávia Ferrari.

Para quem é indicado o serviço de organização pós-luto?

Por isso, no primeiro momento, imaginamos que o serviço de organização pós-luto é indicado apenas para quem perdeu um ente querido, porém, conversando com a personal organizer Carol Carrara, descobrimos que o serviço abrange outros períodos também. 

A profissional explicou que este serviço também pode ser aplicado depois de divórcios, falecimento de um pet ou falência. “Ou seja, o serviço é indicado para momentos extremamente difíceis, quando a pessoa sente-se sem forças para seguir em frente, não consegue mexer nos pertences, às vezes por anos”, comenta Carol.

❤ Está cansada das tarefas domésticas? Tudo sobra para você? Vem comigo que você precisa conhecer o Cronograma da Casa 2.0! Saiba mais aqui.

Como a personal organizer pode oferecer este tipo de serviço?

Como vimos, a organização pós-luto é indicada para momentos delicados da vida, e por isso, é necessário muito carinho e paciência da personal que pretende oferecer este suporte.

Geralmente, os clientes são indicados, uma vez que, em muitos casos, a necessidade nem mesmo é percebida por eles, e a possibilidade de assistência profissional para a organização e a decisão de se desfazer de alguns itens é mencionada por parentes.

“Um amigo ou parente percebe essa necessidade e comenta com o enlutado, ou em alguns casos, o próprio enlutado, no seu devido tempo, sente essa necessidade, percebe que está na hora de virar a página”, explica Carol.

Neste momento, também é crucial que a sensibilidade seja muito bem empregada pela personal organizer, a fim de que as necessidades e limites do cliente possam ser compreendidos. “É muito importante a sensibilidade, o ouvir muito mais do que falar, saber que uma organização que duraria 3 dias pode levar 10 é o mais importante! Saber como lidar com o cliente, que muitas vezes na fase de raiva quer jogar tudo fora e dali uns dias vem a depressão e quer tudo de volta”, enfatiza a personal.

❤ Guarda-roupa bagunçado? Quer ter um armário de revista, bonito e organizado? Conheça o meu curso Como Dobrar! Clique aqui e saiba mais.

Como funciona a organização pós-luto?

Como esse momento é enfrentado de maneiras distintas pelas pessoas, a organização pós-luto também não é regida por um padrão fixo, podendo ser adaptada de acordo com as necessidades do cliente.

Se em muitos casos a lei do desapego é sempre indicada, neste tipo de serviço isso pode mudar. “A orientação é tirar o que traz peso e deixar o que traz boas recordações. Às vezes ele não quer desfazer de nada, guardamos tudo em caixas, na hora certa isso será descartado. O bom senso é o que prevalece”, orienta Carol.

Não há um tempo definido para realizar essa organização, mas, em geral, após cerca de três meses, o enlutado começa a ver a situação de maneira diferente e sente a necessidade de reorganizar esses itens. Estudos indicam que após esse período de três meses, o enlutado geralmente passou por várias fases, como negação, revolta, barganha, depressão e aceitação, embora seja importante ressaltar que cada caso é único, conforme reforçado pela personal organizer. “No entanto, há pessoas que levam décadas para passar por essas etapas, que são muito importantes no processo. Então o tempo é de acordo com cada indivíduo”, complementa.

Quais os benefícios que a organização pós-luto traz para as famílias?

Finalizamos nosso papo com a personal organizer Carol Carrara pedindo que sejam destacados alguns dos benefícios que a organização pós-luto traz para as famílias:

1- Mais organização e praticidade para resolver burocracias do momento

Este serviço auxilia o enlutado e a família a dar passos importantes, como a organização da casa, a promoção de um desapego consciente e a localização de documentos importantes para o desenrolar de situações pendentes, entre outros inúmeros benefícios.

2- Otimização do espaço

Organização não é estética, é praticidade, funcionalidade e otimização de espaço e tempo.

3- Contar com a ajuda de uma profissional que está aberta para ouvir seus medos com esta nova fase

Este é um serviço que é necessária muita entrega, estudo, prática, troca de experiência, humildade. “Ser personal organizer é ter amor para exercer essa ocupação linda, cheia de desafios, que mexe muito mais por dentro que por fora”, finaliza Carol.

Quer profissionalizar seu negócio?

Conheça o curso Organizada Pro, ministrado pela home expert Flávia Ferrari, autora do livro A Dica do Dia.

Flávia compartilha suas técnicas e métodos de organização e limpeza há mais de dez anos pela internet, através do seu canal no YouTube e redes sociais. O curso Organizada Pro é para você, que já atua no mercado de organização e limpeza, mas sente falta de capacitação, de como organizar seu negócio, como gerir seus clientes e principalmente como faturar mais.

Venha transformar seu negócio com a Flávia Ferrari, conheça mais com nossa equipe através do WhatsApp: https://wa.me/5511950078801

COMO EVITAR QUE AS BLUSAS SOLTEM PELOS

lavar travesseiro| #aDicadoDia

onde mora?

festa junina da escola

sem culpa

torta de creme e chocolate

© Copyright 2024 | flaviaferrari.com.br | Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: mufasa