tudo igual? sempre?

tudo igual2

 

As pessoas, em geral, sofrem ao pensar na decoração de uma casa como algo muito penoso, difícil, quase uma decisão de vida ou morte. Tem que ser tudo igual? Como fazer?

Sim, existem regras básicas de decoração e proporção (lembram-se da palestra que dei? Olha o vídeo completo aqui: http://bit.ly/regrasdecorar) mas também existe o bom senso e o seu gosto pessoal – que talvez sejam tão importantes quanto.

Uma das regras de decoração dizem que pendurar quadros é um dos últimos passos na composição dos ambientes. Esta lógica tem uma razão de ser: escolhemos a localização de quadros e objetos na parede, seus volumes e proporções baseados nos móveis que os circundam. Sempre há de se pensar se o convidado não vai bater a cabeça naquela tela que você adora ao acomodar-se em um sofá.

Parece óbvio ao falarmos assim – do problema, da saia justa do convidado – mas muitas vezes neglicenciamos a consequência enquanto planejamos o ambiente. Já falei sobre isto na regra para calcular se o sofá passa pelo elevador – ah! quantas vezes eu mesma sofri com isso –  e dei a super dica de marcar a composição na parede com papel pardo.

Mas hoje quero falar sobre algo um pouco mais sutil: a escolha da composição de molduras e temas.

A pergunta lá do começo do post (precisa ser tudo igual?) já tem a sua resposta na foto de abertura: não precisa ser tudo igual. As molduras da foto não são iguais umas às outras, elas têm as mesmas cores (preto e prata velha), a mesma linguagem (mais retas) e abrigam o mesmo tipo de quadros (ilustrações). E aí que mora o segredo: não precisa ser tudo igual, mas os diferentes precisam dialogar harmonicamente entre eles.

Quer mais um exemplo? Este é menos óbvio, mas bem ilustrativo. Quais as semelhanças entre estes dois quadros?

 tudo igual1

Moldura? Não em termos – apesar das cores distintas, ambas as molduras tem linhas mais retas.

Passe partout? Não

O que une esta pequena composição é o tema: ambos os quadros são mais rústicos (uma xilogravura e uma pintura manual). Ou seja, uma pequena sutileza fez com que ambos conversassem e não precisasse ser “tudo igual” 😉

E esta falta de igualdade, esta diversidade boa é que dá leveza ao conjunto. E deve também ser guia da sua relação com decoração: leveza e personalidade.

Um beijo,

flaviatudo igual3

Flávia Ferrari

Engenheira E “dona de casa profissional” Abandonou uma carreira executiva para dedicar-se à maternidade e à vida doméstica e percebeu que havia um hiato de conhecimento sobre o tema. Começou a registrar todas as suas descobertas em seu site, FLÁVIA FERRARI, que gerou vários desdobramentos: revistas e programas de TV aberta e fechada. Sua mais nova empreitada é o canal A Dica do Dia no YouTube, onde posta vídeos com pequenas dicas domésticas todas às terças e quintas.
Flávia Ferrari

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE